E-commerce ainda é novidade em 2019?